Benefícios do exercício na menopausa

Exercício físico se tornou relevante e importante em qualquer idade ou fase da vida. Não há dúvida, porém que eles são mais do que recomendados para as mulheres na menopausa. São muitos os benefícios seja do ponto de vista físico e psicológico.

A menopausa se caracteriza, pelo período fisiológico após a ultima menstruação espontânea da mulher. Nesse momento são encerrados os ciclos menstruais e ovulatórios. Estes sinais se manifestam aproximadamente a partir dos 40 anos. Nesse processo, a menstruação tende a ficar mais espaçada, até parar. Com isso ocorre mudanças hormonais e flutuações de humor importantes. Sobrevêm ainda sensações físicas, como as famosas ondas de calor. A soma dessas ocorrências tende a ser bastante desgastante e estressante.

Durante a menopausa, é comum as mulheres terem perda óssea e estar suscetível ao sedentarismo. Estando propensas ao endurecimento dos ligamentos, tendões e causando fraqueza e vulnerabilidade muscular. Nesse sentido, exercícios com algum tipo de impacto estimulam o esqueleto a se manter menos poroso e mais resistente, ou seja, livre da osteoporose.  As demais alterações precisam ser acompanhadas e controladas a respeito da pressão arterial e o colesterol. Porém, é importante não confundir benefício com solução. O exercício físico não eliminam os eventuais sintomas da menopausa, apenas amenizam. A menopausa é a falência estrogênica, as mulheres tendem a comer mais e serem menos fisicamente ativas, além de ter o metabolismo basal reduzido, favorecendo o aumento de peso.

Portanto o exercício físico é mais que necessário, auxiliando na manutenção do peso corporal, reduzindo os riscos de osteoporose, diminuindo os riscos cardiovasculares e melhorando a comunicação entre as células nervosas. Desta forma um bom programa de exercícios físicos, acompanhado por um profissional, tem a capacidade de promover os mais diversos benefícios a sua saúde e qualidade de vida.

 

Elton Martins