6 hábitos para manter-se em forma o ano todo.

Lembrar-se da regularidade dos exercícios físicos, apenas nas semanas antes
de ir para praia indica que você está encarando os exercícios de forma errada.
Nós até desejamos grandes mudanças em nosso corpo , num curto espaço
de tempo. Mas buscar perder peso, conquistar curvas delineares em poucas
semanas gera frustração ou um risco alto de se machucar.
Portanto exercitar-se deve ser um estilo de vida e não um compromisso
pontual.

Pense em se cuidar e não em emagrecer. 

Transforme suas metas de quilos, em tempo de exercício, distância percorrida
ou até mesmo em número de idas à academia. Em vez de estabelecer queimar
cinco quilos, desafie-se a correr três vezes na semana por 40 minutos, por
exemplo. São pequenas mudanças de comportamento que, se aliadas a uma
ingestão calórica controlada, levam não só ao emagrecimento, mas também ao
aumento do nível de força e energia, e à melhora no condicionamento físico.

Mesmo com pouco tempo (apenas 15 minutos livre no dia, mexa-se).

Qualquer exercício é melhor do que nenhum exercício. Se você já percebeu
que não terá tempo de pegar firme no treino, seja qual for o motivo, dê um jeito
, vá até a academia do prédio pedalar um pouco ou saia com o cachorro para
passear.

Encare o exercício como uma obrigação. 

Se você é daquelas que espera acordar com a maior disposição para levar
uma vida ativa, aqui vai uma má notícia: talvez esse dia nunca chegue! Até que
exercitar-se vire um hábito, a hora do treino deve ser encarada como uma
tarefa imprescindível do seu dia, assim como uma reunião ou o pagamento de
uma conta. Seu treino é uma prioridade e deve ser incluído na agenda junto
a todos os outros compromissos.

Se você não sente prazer no durante o exercício , foque no depois.

Caso ainda não tenha encontrado uma atividade física que proporcione prazer
em praticar, lembre-se do que sente após o término: aquela sensação de dever
cumprido, o relaxamento pós-exercício e, claro, a endorfina liberada são boas
motivações.

Varie as atividades para não enjoar. 

Alternar a rotina de exercícios, pelo menos a cada dois meses, diminui a
chance de você abandonar os treinos . Seu corpo precisa de novos desafios e
a sua mente também.

Não fuja da malhação naqueles dias.

Quando estiver menstruada ou na TPM os exercícios podem ser aliados, já
que os hormônios liberados durante a realização do treino têm efeito
analgésico (podem aliviar cólicas). Já a endorfina produzida ajuda a melhorar o
humor. Mas, caso o seu fluxo seja muito intenso, diminua a carga ou o ritmo,
para evitar desconforto.